Buscar
  • RODÃOONLINE

ALERTA PÚBLICO A TODA POPULAÇÃO DA GRANDE FLORIANÓPOLIS


O sindicato dos trabalhadores no transporte de pessoas alerta a população sobre a possibilidade de mais um ataque ao transporte coletivo, onde tem empresários gananciosos, e políticos oportunistas, defendendo que o transporte volte a operar sem a circulação de dinheiro dentro dos veículos, dessa forma dispensando a presença dos cobradores.


Mentem descaradamente que estão preocupados com a propagação do Covid-19, que a circulação de dinheiro aumenta o risco de contágio. E dizem que “estudos dos órgãos de saúde” é que indicam essa medida. Então perguntamos?


Que estudos poderiam apresentar como resultados que a circulação de dinheiro só representa perigo dentro dos ônibus?


O fato é que em toda a sociedade ocorre uma enorme circulação de dinheiro, com pagamentos de serviços e produtos feitos com cédulas e moedas. Desde a faxina em casa, passando por todo os tipos de comércio, diariamente acontecem milhões de transações são efetuadas com o uso de dinheiro. Só dois exemplos concretos: nas cabines de pedágio o pagamento só pode ser realizado em dinheiro ou cheque, assim como grande parte dos pagamentos que ocorrem nos pequenos comércios de rua, locais em que circula mais dinheiro do que nos veículos do transporte coletivo.


SEM COBRADORES NOS RECUSAREMOS A VOLTAR AO TRABALHO Ao contrário do que dizem os empresários gananciosos e seus políticos oportunistas, é exatamente esse momento que mais exige a presença dos cobradores. Quando ocorrer a volta do transporte público, novas formas de operação das linhas e de hábitos dentro dos ônibus terão que ser aplicados, o que exigirá ainda mais a presença de um auxiliar para o motorista.


O fato é que a aplicação das regras sanitárias nos ônibus e terminais requer a presença do cobrador. O momento exige, como nunca, a presença de um segundo trabalhador no interior dos veículos. O motorista não poderá ficar isolado e sozinho para orientar, responder questionamentos, atender usuários com necessidades especiais, movimentar elevadores, enfim, atender a população sem auxílio de outro trabalhador. A orientação aos usuários deverá ser permanente e não pode o motorista fazer essa tarefa e dirigir.


PLANO SANITÁRIO PARA CUIDAR DOS TRABALHADORES E USUÁRIOS Outra questão essencial são as medidas sanitárias que deverão ser adotadas nos veículos e terminais que compõe o sistema de transporte público. Para isso, o SINTRATURB apresentou para as empresas e autoridades um PLANO SANITÁRIO, detalhado a partir das orientações sanitárias que órgãos governamentais de saúde e de segurança no trabalho.


Não participamos das decisões. Se o transporte continuar paralisado, exigimos condições para que as empresas cumpram os acordos que fechamos e podermos manter nossas famílias. No caso da decisão de voltar a operação do transporte, exigiremos as condições sanitárias adequadas para diminuir o imenso risco de contágio nessa atividade.


Por fim, lembramos que as medidas de defesa dos trabalhadores do transporte, vai estar em defesa da saúde de toda a população usuária.


SINTRATURB: sem os cobradores e cuidados sanitários, NÃO TRABALHAREMOS!


767 visualizações

FALE COM A GENTE

 Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Pessoas de Florianópolis e Região

Av. Mauro Ramos, 398 - Centro 

Florianópolis - SC - 88.020-300

 

Fone: (48) 3286.5300


 

NOSSAS

REDES

CADASTRE-SE

Que se manter informado sobre sua vida

profissional? Então se inscreve ai embaixo.

 

© 2019 nucabu com Wix.com