Buscar
  • RODÃOONLINE

ASSEMBLEIAS E PARALISAÇÕES: RETOMANDO AS LUTAS


Nunca abandonamos a luta. É preciso que alguns aprendam que EXISTEM DIVERSAS FORMAS DE LUTAR e toda situação nos obrigou a mudanças, adaptações e ao que era possível naqueles momentos sem transporte, sem podermos nos reunir, sem arrecadação no sindicato e uma avalanche de problemas da companheirada para tentarmos ajudar a resolver.


Nada diferente do sempre dizemos: LUTAR E DEFENDER OS DIREITOS DA CATEGORIA.

No entanto, lutamos e defendemos a categoria de acordo com as condições e possibilidades. Milagres não existem. E falar, acusar e cobrar é fácil. Difícil é enfrentar a realidade e isso fizemos e continuaremos a fazer.


Nessa semana que se encerra, isso fica absolutamente claro!!!


ASSEMBLEIA DOS COMPANHEIROS DO EXECUTIVO

Na última quarta-feira, dia 07 de julho, realizamos mais uma assembleia dos companheiros motoristas do Executivo, para discutir um velho dilema: a forma de pagamento da dupla função de dirigir e cobrar as tarifas, o eu acontecia apenas nesse segmento de nossa categoria.


A partir dessa CCT, essa possibilidade também existe aos motoristas do transporte regular. Essa situação muda muita coisa na forma de tratar essa questão.


CCT TEM REGRA CLARA


A cláusula 58ª da CCT prevê a possibilidade da dupla função e garante o pagamento de um acréscimo salarial, da seguinte forma: se o motorista dirigir e cobrar tarifa de 01 a 05 dias no mês, terá o direito a um acréscimo de 7,5% sobre o piso salarial; no caso de dirigir e cobrar mais de 05 dias no mês, terá o direito ao acréscimo de 15% sobre o piso salarial.


Algumas empresas já adotaram essa forma de pagamento desde o último dia 1o de maio. No entanto, a maioria dos companheiros continuaram sendo remunerados como antes da CCT, ou seja, R$ 0,16 por passageiros transportado.


Como existem várias posições entre estes companheiros e alteração deste pagamento pode ter repercussões futuras importantes, a diretoria do sindicato estabeleceu uma negociação com os patrões/SETUF e chamou a companheirada ao debate. Está em discussão se adota a CCT pra todos; se mantém como era; se faz um valor único para todos; entre outras questões, inclusive o fato de sabermos que os patrões querem levar a máxima vantagem e querem acabar com a cobrança de tarifas em dinheiro em todo o sistema, não precisando mais pagar ninguém e extinguindo a função de cobradores.


Essa é uma luta antiga, que vamos travar de forma diferente, mas, com o mesmo empenho e defendendo os postos de trabalho, no momento, COM ESTABILIDADE A TODOS.


PARALISAÇÃO DOS TRABALHADORES DA EMPRESA CASTILHOS


Finalmente políticos e construtoras tomaram vergonha na cara e retomaram as obras do anel viário da BR 101 na região de Florianópolis. Com isso foram contratados centenas de trabalhadores para a obra e veio a necessidade de aumentar o número de ônibus para o transporte de toda essa gente. A empresa de CASTILHOS DE TURISMO E FRETAMENTO conseguiu o contrato para esse transporte e contratou muitos motoristas. A grande maioria, companheiros que foram desrespeitados e demitidos do transporte coletivo.

Galera de luta, acostumada a exigir respeito.

Já há alguns meses estamos retomando os contatos e fizemos assembleias na empresa, muitos companheiros se filiaram ao sindicato. Em negociações com a empresa, buscamos chegar a um novo ACT – Acordo Coletivo de Trabalho, todavia a empresa ainda não se posicionou bem como não vem cumprindo as regras do acordo vencido. Por isso, a companheirada chamou o sindicato novamente. Há dias já fizemos o alerta para a empresa, que ocorrerá a paralisação do trabalho.


Esse é o aviso para as empresas do transporte coletivo: ATRASOS SALARIAIS são inaceitáveis. Especialmente as empresas Imperatriz, Emflotur e Jotur, se liguem ....


A luta nunca parou, só ficou diferente e, agora, retomamos as mobilizações.


LEMBRANDO A CCT: ESTABILIDADE É PARA QUEM ESTAVA NA EMPRESA EM PRIMEIRO DE MAIO/21

Companheiros, alguns já perguntam sobre a estabilidade conquistada nessa CCT. Então, repetimos: TODOS OS MOTORISTAS EMPREGADOS EM 01/MAIO/21 TEM ESTABILIDADE NOMINAL DE EMPREGO ATÉ 30/ABRIL/2022 e TODOS OS COBRADORES EMPREGADOS EM 01/MAIO/2022 TEM ESTABILIDADE NOMINAL DE EMPREGO ATÉ 30/ABRIL/2023.


Assim, esclarecemos: os companheiros que estão sendo recontratados não tem essa garantia de emprego. Precisamos de todos na luta e a ESTABILIDADE DOS RECONTRATADOS SOMOS NÓS QUE GARANTIREMOS, com nossas lutas e a união que sempre tivemos.


Nada está perdido definitivamente. Estamos retomando nossas mobilizações e lutaremos contra o fim da função dos cobradores, defenderemos um transporte de qualidade para o povo, o que só é possível com dois trabalhadores dentro de cada veículo.


SINTRATURB: SINDICATO DE LUTA!

25 visualizações0 comentário