Buscar
  • RODÃOONLINE

CAMPANHAS SALARIAIS: UMA GRANDE VITÓRIA NO TURISMO/FRETAMENTO, UM BOM EXEMPLO

Nem tudo é notícia ruim para os trabalhadores.

Obtivemos uma grande vitória para servir de exemplo para a companheirada do transporte público urbano e dos rodoviários de linhas longas. É verdade que não foi uma luta da categoria, que se tivesse participado, teríamos ganhos ainda maiores. Mas, o esforço da diretoria do sindicato e QUATRO anos de correto encaminhamento das propostas com as “armas disponíveis no momento”, garantiram a retomada das negociações. Foram cinco meses de reuniões, as vezes mais de uma por semana, mas, arrancamos uma proposta patronal para apresentar aos trabalhadores, que a APROVARAM EM ASSEMBLEIA. Após tanto tempo temos uma CCT – Convenção Coletiva de Trabalho para o segmento de Turismo e fretamento, aí incluídos os trabalhadores/motoristas de veículos executivos, locados para as mais variadas atividades.


Na última terça-feira, dia 15/03, nas dependências do MTP - Ministério do Trabalho e Previdência, assinamos a nova CCT para atender essa companheirada que estava a mercê da super exploração das empresas, principalmente as de turismo e fretamento.

É preciso lembrar que muitos dos demitidos no transporte público estão nesse setor como alternativa de trabalho.

QUAIS SÃO OS EXEMPLOS?

São dois grandes exemplos: o primeiro é que a persistência na luta pode nos levar a vitórias; o segundo exemplo é a importância da participação da categoria de forma organizada para pressionar os patrões. Nesse caso, os trabalhadores do setor não participaram, não se associaram e não fortaleceram o SINTRATURB. Por isso demorou tanto tempo para conseguirmos e os ganhos foram menores do que poderíamos ter alcançado.

Como sempre falamos: O TAMANHO DA VITÓRIA DEPENDE DO TAMANHO DA LUTA!!!

A VITÓRIA DE TERMOS REGRAS CLARAS E SALÁRIOS UNIFICADOS

É uma vitória ter regras claras sobre jornadas, intervalos e folgas; muito importante garantir pra todo mundo os mesmos salários e o seu reajuste pelo INPC do período; uma conquista estabelecer valor de tíquetes alimentação e de diárias de viagem, além das despesas de pernoite, quando necessário.

A reforma trabalhista tirou os sindicatos na hora das demissões dos trabalhadores. As empresas estão livres para pagar o que quiserem, na hora e como quiserem. Uma grande vitória é garantir o sindicato nas homologações e trabalhadores voltarem a ter a proteção.

Com a volta da participação do sindicato, garantimos que os mínimos direitos serão quitados na hora da demissão. Não por caso foi um dos pontos de mais resistências dos patrões.

É a retomada da luta, começando por FAZER CUMPRIR as regras, prazos, pagamentos etc.

TAMBÉM UMA LIÇÃO POLÍTICA

Muitos companheiros da categoria cobram quando o sindicato aborda questões mais políticas. Na verdade, é uma forma de não enxergar que política decide nossas vidas.

A lição a que nos referimos é a importância do MTP – Ministério do Trabalho e Previdência nessa negociação. Foi a nossa histórica pressão sobre os patrões, junto com o papel desempenhado pelo MTP em Santa Catarina, que recolocou esse segmento patronal na mesa de negociações e possibilitou chegarmos num acordo, aprovado pelos trabalhadores em assembleia específica. Essa CCT é fruto de nossa luta e da atuação do Ministério.

Por isso criticamos quando o atual governo federal acabou só com o Ministério do Trabalho. Todo o movimento sindical brasileiro, fóruns de advogados trabalhistas, Ministérios Públicos e outros setores da sociedade criticaram e cobraram a volta do Ministério do Trabalho.

Fruto dessas cobranças o Ministério do Trabalho foi recriado.

Novamente há uma estrutura de Estado com poder de pressão sobre os patrões e isso é importante para os trabalhadores. Outro exemplo: a esmagadora maioria das outras categorias não tem mais homologação dos sindicatos nas demissões, mas, agora os trabalhadores podem procurar o MTP e ter uma fonte de informação para se proteger da ganância patronal.

AGORA É ORGANIZAR OS TRABALHADORES DO SETOR URBANO E RECONTRUIR NOSSAS LUTAS E CONQUISTAS

Reconstruir nossa luta e voltar a avançar em conquistas é o objetivo central desse grupo que compõe a nova diretoria do sindicato. Reconstruir e avançar está no nome da chapa que concorreu na eleição.

Na semana passada realizamos a assembleia que definiu a nossa Pauta de Reivindicações. Nesse dia 17/03, quinta-feira, a Diretoria do sindicato protocolou nossas reivindicações junto aos patrões e ao Poder Público.


Agora, é mobilizar a categoria, nos unificar em torno do sindicato e ir à luta.

O tamanho da nossa conquista será o tamanho de nossa mobilização, de nossa luta, de nossa capacidade de pressão sobre esses patrões que não valorizam, nem reconhecem de maneira justa, o valor dos trabalhadores .

SINTRATURB: SINDICATO DE LUTA

73 visualizações0 comentário