Buscar
  • RODÃOONLINE

NESTA EDIÇÃO: CURSOS OBRIGATÓRIOS, PUNIÇÕES, RJ JOTUR E ARRAIÁ DO SINTRATURB


Companheiros de trabalho e de luta, que continua:


Para a classe trabalhadora a luta é permanente e o trabalho da nossa Diretoria também. E estamos aqui prestando contas. Várias são as questões que estamos abordando nessa edição de O RODÃO NA REDE.


Trataremos aqui desde as RJ, até a festa da categoria no próximo final de semana.

MOTORISTAS: CURSOS OBRIGATÓRIOS PARA EXERCER A PROFISSÃO

Como é de conhecimento público, o CTBCódigo Brasileiro de Trânsito trata das regras de trânsito, entre elas do EXERCÍCIO PROFISSIONAL DE MOTORISTA, que deve ter a CNH nas categorias apropriadas e CERTIFICADOS PROFISSIONAIS, obtidos através de cursos especializados, alguns de CARÁTER OBRIGATÓRIO.


Sem estas condições, não é permitido o exercício profissional, sendo dever dos profissionais mantê-los atualizados e das empresas exigir de seus empregados motoristas estas condições.


Aqui fazemos um primeiro alerta a toda companheirada e, brevemente, estaremos disponibilizando informações e orientações detalhadas, inclusive com a busca de convênios para possibilitar e facilitar a vida da categoria.


Nesse momento, alguns companheiros estão sendo comunicados pelas empresas sobre a renovação de alguns dos cursos obrigatórios e, até mesmo, estão ocorrendo suspensões do trabalho.


No mesmo sentido, vários companheiros demitidos estão sendo chamados de volta para o trabalho, porém, não são aceitos por estarem com as CNHs e/ou CURSOS OBRIGATÓRIOS vencidos. Então, alertamos a todos os companheiros da necessidade de se manterem atualizados, uma vez que a CNH e os CERTIFICADOS são verdadeiros INSTRUMENTOS DE TRABALHO para exercer a profissão de motoristas.


Como já dissemos, em breve estaremos orientando detalhadamente sobe o assunto.

PUNIÇÕES AOS MOTORISTAS DO TRANSPORTE COLETIVO

Recebemos denúncias de companheiros motoristas que estão sendo punidos com advertências e suspensões do trabalho em algumas empresas, especialmente na Estrela. A diretoria já está tomando as providências, escutando companheiros na base, juntando as informações e cobrar das empresas o que tem acontecido.

ESTAMOS TOMANDO MEDIDAS CABÍVEIS

Como já dito, estamos levantando as informações para fazer a cobrança das empresas, especialmente da Estrela. Alguns companheiros alegam que entre os problemas estão a superlotação, reclamações dos passageiros e o estresse de dirigir e cobrar. Claro que são inaceitáveis punições se o motivo é a falta de condições de trabalho. Vamos cobrar das empresas os fatos, imagens das câmeras etc. Punições injustas são inadmissíveis.

JOTUR: ERRO NAS CARTEIRAS PROFISSIONAIS E MAIOR CALOTE NA RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Carteira Profissional Digital – Vários companheiros cobradores da empresa, relataram que suas carteiras de trabalho, no formato digital, trazem como função AUXILIAR DE FISCALIZAÇÃO, e não cobrador.


Diante disso, procuramos o RH da empresa e o MTPMinistério do Trabalho e Previdência. Segundo o MTP, está sendo feita uma grande alteração nos registros do Ministério e admitiu que ocorreu um erro no registro dessas carteiras profissionais, informando que está sendo providenciada a correção e, brevemente, as carteiras terão o registro de cobrador.

RECUPERAÇÃO JUDICIAL – CALOTE E FRAUDE NAS PROCURAÇÕES – A empresa apresentou na ação judicial o seu Plano de Recuperação. Infelizmente, o que já é ruim nas outras empresas, ficou ainda pior na proposta da JOTUR. E não contente com um calote ainda maior, a empresa começou o ataque aos trabalhadores para obrigar a assinatura de procurações para advogados dela mesma, que depois votarão contra os trabalhadores na assembleia geral de credores.


Exatamente como em todas as outras. Exatamente como estamos denunciando desde julho/agosto de 2020, na Biguaçu. Exatamente como alertamos que ocorreria em todas as empresas, caso não tivesse luta naquele momento.

O QUÊ FAZER?

Nossa única possibilidade de não tomar um calote ainda maior que nas outras empresas, é ganhar a votação na assembleia geral de Credores. Para isso, os advogados do sindicato precisam ter a maioria das procurações dos trabalhadores.

teremos essa maioria se a categoria NÃO ASSINAR ESSAS PROCURAÇÕES. Caso contrário, esses “advogados(?)” serão maioria e votarão a favor da empresa, deixando o maior prejuízo para quem dizem representar. Um absurdo, mas é a realidade.


Estamos preparando um detalhado material explicativo para a categoria.

Por enquanto, alertamos e pedimos: NÃO ASSINEM AS PROCURAÇÕES.

INFORMAÇÕES/ORIENTAÇÕES SOBRE NOSSA FESTA NESTE FINDI

Além de tudo o que foi divulgado, trazemos aqui, novamente, as informações sobre o ARRAIÁ DO SINTRATURB, nossa festa julina em comemoração ao dia da categoria, que é 25 de julho, consagrado ao padroeiro dos motoristas/categoria:

01 – O ARRAIÁ DO SINTRATURB inicia às 14 hs;


Relembrando que a partir das 15 h inicia o “arrasta-pé”, com banda ao vivo;

Durante todo o dia estará a disposição da categoria todas as “guloseimas típicas” desse tipo de festa, além de cachorro-quente e pão com frango assado; As bebidas como água e refrigerante ficarão a vontade dos participantes;

A cerveja será vendida com base no preço de custo para que fique acessível à todos e ainda, poderá ter alguma marca especial com preço diferenciado. Ainda estamos negociando com fornecedores;

02 – TRANSPORTE SINTRATURB nos dias 23 e 24/julho, saindo do:

- TILAG e com itinerário pelo TIRIO, Rod. Jorge Lacerda, Terminal CIDADE, Plataforma “E” do TICEN, Av. Ivo Silveira, BIG, Marginal BR 101, BR 282, Caldas da Imperatriz;

– TICAN e com itinerário pelo TISAN e TITRI, Deomício da Silveira, Mauro Ramos, Terminal CIDADE, Plataforma “E” do TICEN, Av. Ivo Silveira, BIG, Marginal BR 101, BR 282, Caldas da Imperatriz;

– GOV. CELSO RAMOS e com itinerário convencional até a Ivo Silveira, Presidente Kennedy, Centro Hist. de São José, Ponte Imaruim, Centro de Palhoça, Aririú, Alto Aririú, BR 282 (antiga New Time), Caldas da Imperatriz;

03 - Horário de saída dos bairros – às 12 h;

04 – DEPENDENTES dos sócios, menores de 18 anos estarão liberados. Dependentes maiores de 18 anos contribuirão com R$ 20,00 por pessoa, assim como acompanhantes familiares ou agregados tais como: Mãe, pai, sogra, sogro, filhos, filhas, nora e genro, colaborarão com o mesmo valor.


05 – Todos os ônibus estarão identificados com SINTRATURB

Os ônibus NÃO PASSARÃO pela antiga ESTAÇÃO PALHOÇA.

SINDICATO É PRÁ LUTAR: SINTRATURB, SINDICATO DE LUTA

63 visualizações0 comentário